Passo a passo para gerar um nome?

Esse é um post sobre a etapa de colocar a mão na massa para gerar opções de nomes. Sobre a parte do processo que envolve de fato a criação (pós parte estratégica), que muitas vezes se inicia pelo brainstorm. Mas isso não é uma regra e você vai entender o porquê aqui.

Muita gente deseja ver um um passo a passo do processo criativo de Naming para seguir uma orientação e facilitar o trabalho, pois são tantos os caminhos possíveis, tantas possibilidades que é comum qualquer um se sentir perdido e confuso já no início, sem saber por onde começar e como caminhar até chegar a uma boa opção.

Mas é isso mesmo, seja bem-vindo ao processo de criação! Essa falta de clareza inicial, dúvida sobre direção em um universo tão amplo e agonia de mil pensamentos desconexos na mente, fazem parte do processo criativo. Não desanime!

Mas preciso te falar que, um passo a passo eficiente do processo criativo não existe, pois não existem regras para a criatividade. E se existissem, elas limitariam a sua criação.

E mais, cada pessoa tem suas experiências que permitem ‘suas neuroconexões’ ou seja, cada cabeça pensa do seu jeito. Aproveite isso!
A criação deve fluir… e para isso não pode haver regras. Essa é a graça da criatividade! Encontre você o seu caminho, porque o meu (ou de qualquer outra pessoa), só vai te engessar. 

Até é possível citar técnicas e ferramentas que ajudam a gerar e formar ideias, mas para a Batiza não existe um “caminho-fórmula”, pois é um processo complexo, bastante intuitivo e de feeling, que varia conforme o projeto.

Cada projeto pede uma coisa e se desenrola do seu jeito. O que serve para um job não serve para outro, e você é capaz de perceber isso. Portanto não tenha medo de seguir o que se passa na sua cabeça. Não bloquei esse fluxo achando que não está seguindo um caminho certo. Não existe ordem, criação é assim mesmo, vai acontecendo naturalmente, e é aí que surgem as melhores ideias.

Portanto, permita que cada job tenha o seu próprio processo criativo, você vai perceber que ele vai se tornar único e original.

Mas é possível sim dar uma dica eficaz para clarear o início da criação. Como é um universo muito amplo e você tem milhares de caminhos a seguir, a Batiza acredita que ter uma estratégia bem definida pode facilitar e muito essa questão. Se você souber que mensagem quer passar com esse nome, ou que associações são interessantes a ele, ou até mesmo o que não quer para esse nome, você já terá um foco e não precisará sair atirando para todos os lados. Além de poupar tempo isso evitará desperdício de energia. E ainda, você terá mais chances de criar um nome adequado.

Então, um processo de criação não existe um começo, meio e fim definidos, do tipo “tem que ser assim”. Ele pode sim começar com um brainstorm, mas ele também pode aparecer só lá no meio do processo. Afinal antes de partir para uma chuva de ideias você pode fazer inúmeras coisas, como uma pesquisa geral do segmento no Google, visita a site de concorrentes, assistir a um vídeo sobre o tema, etc.

Antes de partir para a criação, leia o briefing e principalmente procure compreender ele de uma maneira mais profunda. Sem dúvidas, esse exercício vai ajudar a orientar toda a sua criação!

Ana Carolina Mosimann

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s