Por que temos ideias durante o banho?

Esse é um texto sobre diversidade, produtividade e criatividade. O que essas palavras com a mesma terminação tem em comum?

Muitas vezes insistimos em arrancar, de qualquer jeito, ideias de um brainstorm. Tentamos com todas as forças, extrair dali qualquer coisa, as vezes por desespero, pelo fato do prazo estar apertando ou até mesmo por não ter chegado ainda à uma ideia criativa interessante.

Acabamos entrando em modo automático e esquecemos que brainstorm é um exercício de pura liberdade, onde podemos colocar tudo para fora sem qualquer filtro ou julgamento. É uma ferramenta interessante quando usada com tempo, tranquilidade e sem pressão. Mas esquecemos que ele é um exercício a nosso favor, e que deveríamos nos permitir ser inspirados por ele no seu tempo, pois a pressa é inimiga da criatividade!

Então se você não estiver indo a lugar nenhum com seus brainstorms e queira aguçar sua criatividade, vou dar algumas dicas:

1. Diversifique, saia do automático!

Faça outras coisas, preste atenção em coisas diferentes da sua rotina! Esqueça tudo que costuma fazer para resolver um problema ou uma questão, e tente algo completamente novo! Ou ainda, pare tudo! Pare o que estiver fazendo, mesmo que seja um brainstorm esperançoso!

Ter foco pode ser bom para a produtividade. Por exemplo na hora de criar nomes, é bom sentar e deixar-se levar, mergulhar de cabeça no job, pois opções vão começar a surgir. Mas em determinado momento é preciso desfocar para continuar sendo produtivo. Já percebeu como a mente parece cansar e começa a repetir as mesmas ideias? Nesses casos, se desligue do Job, faça qualquer outra coisa ou várias outras coisas, mas fique longe desse trabalho.

Em algum momento o solo precisa ser renovado com o cultivo de algo novo ou simplesmente ter uma pausa.” Tim Harford – livro Caos Criativo

Fique tranquilo. As ideias que teve até então, ficam armazenadas no fundo da mente prontas para saltarem de lá quando uma inspiração inesperada aparecer! E é exatamente isso que ocorre, quando estamos tomando banho e vem aquela ideia maravilhosa!

É claro que depois você vai retomar o job, mas esse tempo de descanso pra mente é importantíssimo e faz parte do trabalho. (É fato que a pessoa criativa sempre está trabalhando!) Quando retornar com a cabeça menos focada e com pensamentos variados, vai perceber como novas ideias (e mais interessantes) vão aparecer.

2. Diversifique muito, simultaneamente!

Inclusive é interessante e produtivo tocar mais de um projeto por vez, trabalhar em cima deles no mesmo dia, por exemplo. Um contexto novo pode ser emocionante. Ter vários projetos pode parecer que distrai a atenção mas em vez disso, a variedade exige a nossa atenção.

Trabalhar em projetos distintos pode trazer benefício prático e psicológico.
O benefício prático é que os projetos múltiplos fazem fertilizações cruzadas uns nos outros. O conhecimento de um pode fornecer a chave para destravar o outro. O benefício psicológico é que, cada projeto é um escape dos demais. E ainda, enquanto prestamos muita atenção em um projeto, podemos estar inconscientemente processando outro.

Portanto, abrir o leque, fazer e pensar em coisas diversificadas ajudam a aguçar a nossa mente e criatividade e assim nos tornamos mais produtivos! Que tal tomar um banho?

Me conte nos comentários o que você achou desse texto, vou adorar saber!
Ana Carolina Mosimann

Observação: Os benefícios prático e psicológicos foram extraídos do livro ‘Caos Criativo’ de Tim Harford.

2 comentários sobre “Por que temos ideias durante o banho?

Deixe uma resposta para Batiza Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s