O nome não é o sucesso da marca

O nome realmente é muito importante para qualquer marca, afinal ele é a uma das primeiras decisões a serem tomadas e o início da sua história. Além disso, é também a identificação que vai aparecer para o público praticamente em todos os pontos de contato.

As vezes o nome pode ser considerado o elemento mais importante da marca, pelo fato de poder sobreviver além da própria empresa/ produto/serviço. Pense bem, a logo pode ser modernizada, a publicidade esquecida, a empresa mudar de segmento ou até encerrar suas atividades… mas um nome forte pode permanecer. E esse é um dos motivos pelo qual o nome é considerado um ativo.

Mas não é porque ele é um fator de destaque, que tem que ser responsabilizado pelo sucesso da marca. É um fardo grande demais para ele! É preciso entender que o nome é apenas 1 (um) elemento e, que sozinho, não é capaz de tornar a marca desejada. Do que adianta o nome ser incrível e a marca não saber se comunicar de maneira adequada e relevante com o seu público? Do que adianta ter um nome maravilhoso e a qualidade do produto/serviço entregue ser ruim? Não há marca que se sustente dessa forma. Todo negócio ou marca só é realmente bom na sua totalidade, na soma de todas as suas partes.

Muitas pessoas acreditam que a solução dos problemas do seu negócio será resolvida com um bom nome. Que através de uma única palavra será possível ‘passar’ várias qualidades, benefícios ou valores. Sinto dizer, mas não é assim que funciona!

O que funciona é saber onde, de fato, se quer chegar. E para isso é preciso ter foco e objetivo. Definir qual a mensagem mais importante a ser transparecida através do nome é essencial. Menos é mais. E quem quer comunicar tudo não diz nada.

Mas não pára por aí, afinal marca é construção! E é possível passar outras mensagens importantes através dos vários elementos que a compõem, como: logo, identidade visual, identidade verbal, propaganda, relacionamento, experiência de marca, etc.

Portanto, o nome é poderoso mas não é o salvador. Ele tem o poder de destacar a marca e agregar à ela uma vantagem competitiva, fazendo com que ela possa sair “na frente”. Mas o sucesso da marca vai muito além e depende de todos os outros fatores funcionando em harmonia.

E é por isso que, um nome ‘não muito bom’ é aceitável. Sério? Sim, porque se ele for mais ou menos e todo o restante da marca funcionar muito bem ela segue adiante. Não é porque o nome não é incrível que ele vai afundar a sua marca.

Ana Carolina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s